Descolonizando o audiovisual pela soberania do visível

Seção facilitada por Frederico Augusto – Integrante do COMCULT* da UFMG

Entre a imagem e sua visualização há um encontro

O que o termo “resistência na tela” pode sugerir? Se você pensou na tela do seu celular ou smartphone com algum tipo de película, ou mesmo uma tela composta de material a prova de impactos, convido você a refletir sobre o termo “resistência na tela”. O site de compartilhamento de vídeos Bombozila apresenta um catálogo de vídeos latino-americanos e caribenhos cuja proposta ultrapassa a “resistência na tela” para nos conduzir a uma reflexão sobre o lugar da fala, a soberania das imagens em sua relação com a cultura. Abaixo temos uma breve descrição do site:

BOMBOZILA — Descolonizando o olhar e construindo a nossa memória audiovisual.

Entre a imagem e sua visualização há um encontro. Há uma afetação entre o nosso modo de ver e a nossa seleção de vídeos e imagens; o que buscam ou selecionam os nossos olhos. Dentre a seleção dos mais de 1 bilhão de opções de vídeos estabelece-se uma verdadeira negociação entre a retina e a tela. A chave deste encontro nos abre o caminho para as respostas que buscamos. Entre a retina e a tela está a cultura. Quando a técnica e a cultura se encontram, temos a tecnicidade.

No livro A Guerra das imagens (1994) o autor Serge Gruzinski detalha a importância das imagens para nossa constituição cultural e como elas tornavam um povo visível. Portanto componentes técnicos ou condições de captura da imagem perdem ordem de importância quando a cultura emerge e se torna visível através do olhar.

Leia o artigo “Descolonizando o audiovisual pela soberania do visível” completo clicando aqui.

ASSSITA à conversa com o pesquisador da Universidade Federal de Minas Gerais, Frederico Augusto sobre DESCOLONIZAÇÃO DO AUDIOVISUAL.

*GRUPO COMCULT UFMG – Grupo de Pesquisa Comunicação e Cultura em Televisualidades, vinculado ao Programa de Pós-Graduação em Comunicação Social da UFMG. [email protected]

Bibliografia recomendada:

1 - Vídeo-ativismo e Rodas Culturais. (Contra) narrativas audiovisuais e juvenis sobre a violência de Estado
2 - A importância social da imagem: Reflexões sobre diferença, representação e poder em diálogo com um pensamento decolonial
3 - Imagem, mídias e telecolonialidade: rumo a uma crítica decolonial dos estudos visuais
4 - A colonialidade do ver: rumo a um novo diálogo visual interepistêmico

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *